nerdexpo header background

O que acontece se o PC não tiver placa de vídeo?

Quando se trata de montar ou atualizar um computador para jogos, a escolha da placa de vídeo é um dos fatores mais críticos a serem considerados. No entanto, nem todo mundo possui uma placa de vídeo dedicada em seu PC, e isso levanta a questão: é possível jogar no PC sem uma placa de vídeo? Neste artigo informativo, exploraremos essa questão e forneceremos informações abrangentes sobre o assunto, utilizando comentários e insights de várias fontes confiáveis.

Introdução

Ao analisar um PC gamer, a placa de vídeo costuma ser um dos componentes que mais chama a atenção. Essa peça é essencial para proporcionar uma experiência avançada em jogos, com uma ampla variedade de opções disponíveis para computadores destinados ao gaming. No entanto, mesmo em máquinas que não possuem uma placa de vídeo dedicada, é possível executar alguns jogos, e isso se deve, em grande parte, à capacidade de processamento gráfico dos processadores (CPU) modernos, que muitas vezes incluem uma GPU (Unidade de Processamento Gráfico) integrada.

O que é preciso para jogar?

O desempenho em jogos geralmente depende de dois principais componentes: o processador e a placa de vídeo. Um processador eficiente para jogos deve ter um bom número de núcleos e um alto clock, enquanto uma placa de vídeo de qualidade deve oferecer uma quantidade suficiente de memória VRAM, além de um clock adequado.

Atualmente, é possível encontrar processadores com dois núcleos e quatro threads que podem proporcionar um desempenho decente em jogos. Exemplos incluem os processadores Intel Core i3 ou i5 e os processadores AMD Ryzen 3 ou Ryzen 5, que geralmente vêm com GPUs integradas.

Vídeo Integrado vs. Vídeo Dedicado

As placas de vídeo dedicadas são componentes separados do processador, com seu próprio processador e memória VRAM independente. Já o vídeo integrado atua dentro do processador, compartilhando parte da memória RAM do PC como memória de vídeo. Processadores Intel, por exemplo, possuem soluções integradas como UHD Graphics e Iris Plus, enquanto os processadores Ryzen da AMD apresentam soluções AMD Vega.

O vídeo integrado tende a comprometer um pouco o desempenho em comparação com as placas de vídeo dedicadas, pois compartilha recursos com o sistema geral. A alocação de memória RAM para vídeo integrado também pode afetar o desempenho geral do sistema.

É possível jogar com vídeo integrado?

Sim, é possível jogar muitos jogos sem uma placa de vídeo dedicada. No entanto, a experiência de jogo será limitada pela capacidade do processador e pela quantidade de RAM disponível no PC. Processadores com vídeo integrado UHD Graphics da Intel geralmente oferecem menos desempenho gráfico em comparação com chips com Intel Iris Plus, que podem proporcionar uma experiência de jogo mais interessante.

Requisitos para Jogar com Vídeo Integrado

Ao jogar com vídeo integrado, é aconselhável ter pelo menos 8 GB de RAM no sistema. Isso é importante, especialmente quando você precisa alocar parte da memória RAM para atuar como memória de vídeo. Ter mais RAM pode melhorar o desempenho geral ao jogar sem uma placa de vídeo dedicada.

O que jogar no vídeo integrado?

Devido ao desempenho limitado do vídeo integrado, é recomendável considerar jogar jogos que não sejam muito exigentes graficamente. Títulos como Overcooked, Stardew Valley, Starcraft ou The Sims 3 são exemplos de jogos que podem oferecer uma experiência satisfatória mesmo em sistemas com vídeo integrado.

Ao jogar sem uma placa de vídeo dedicada, é aconselhável reduzir a resolução do jogo para uma configuração mais baixa, como 1366 x 768 pixels, que é comum em notebooks. Isso pode permitir a execução de jogos competitivos, como League of Legends, CS:GO, DOTA 2 ou Brawlhalla, além de títulos populares e leves, como Cuphead e Bloons TD 6.

Alternativas Interessantes

Para aqueles que não possuem um PC gamer ou notebook de alto desempenho, existem alternativas interessantes para desfrutar de jogos. Os serviços de streaming de jogos, como o GeForce Now da Nvidia e o Xbox Cloud Gaming da Microsoft, oferecem uma solução viável. Com esses serviços, o jogo é processado em servidores online, e o seu PC ou notebook só precisa de acesso à internet para reproduzir as imagens.

O GeForce Now permite executar jogos de plataformas como Steam e Epic Games diretamente da sua biblioteca, com uma assinatura a partir de R$ 44,99 por mês. O serviço proporciona um desempenho excelente, mesmo em máquinas que não seriam capazes de executar esses jogos nativamente.

Já o Xbox Cloud Gaming oferece uma biblioteca com centenas de jogos incluídos na assinatura mensal, eliminando a necessidade de comprá-los separadamente. A única exigência é uma conexão à internet e um controle de jogos compatível com o seu PC.

Em resumo, a ausência de uma placa de vídeo dedicada não impede que você desfrute de jogos no seu PC, desde que escolha títulos apropriados e esteja ciente das limitações do seu hardware. Além disso, os serviços de streaming de jogos são uma alternativa interessante para aqueles que desejam jogar em máquinas menos potentes.

João (Agile)

João (Agile)

Um geek que já foi programador e tester e agora faz da redação o seu ganha pão. Além disso, é tecladista, organizador de quizzes de games para eventos, fotógrafo por hobby e também um gamer - um gamer que gosta de jogos de todos os consoles, estilos e gerações. Ou quase todos.

Colunas

Populares